Podem ser: químicas, térmicas e elétrica.

- QUíMICAS: Produtos químicos como alcool, Q-boa, cal, etc... A irrigação imediata com água de torneira ou soro fisiológico é o tratamento que pode salvar o olho traumatizado. Irrigue generosamente o olho por 20 minutos, procurando puxar as pálpebras iferior e superior, para lavar bem a conjuntiva embaixo delas (fundo de saco superior e inferior).

Ultilizar colítio anestésico + lavagem + pomada (Epitezam) + curativo oclusivo e encaminhar ao consultório oftalmológico para avaliação com lâmpada de fenda.
Das queimaduras oculares esta é normalmente a mais grave.

- TÉRMICA: Água fervendo, pomtas de cigarro, etc . Costumam lesar mais as pálpebras do que globo ocular. a pálpebra gravemente queimada em alguns dias sofre cicatrização e retração, deixando o globo ocular exposto, sendo necessária a proteção do mesmo com pomadas ou lente de contato gelatinosa.

Tratamento: Deve-ser irrigar o olho e encaminhar ao oftalmologista que removerá os reziduos da cinza e receitará colírio antibiótico + curativo, se necessário.

- ELÉTRICA: Solda Elétrica. Costuma lesar a córnea formado uma ceratite, Apresenta-se bastante doloroso e bilateral. Não apresenta grande gravidade.

Tratamento : uso de colírio anestésico para inspeção + lavagem com soro fisiológico + oclusão com pomada Epitezan . Encaminhar ao oftalmologista para avaliação em consultório. Em alguns casos a necessidade de se ultilizar analgésicos potentes.