O que é a Catarata?

Catarata é a perda da transparência da lente natural do olho (cristalino), dificultando a chegada da luz à retina, onde se forma a imagem, ou seja, a catarata é patalogia dos olhos que consiste na opacidade parcial ou total do cristalino ou de sua cápsula. A catarata pode ser desencadeada por vários fatores, como traumatismo, idade, Diabetes mellitus, uveítes, uso de medicamentos,etc. Apresenta-se tipicamente como embaçamento visual progressivo.

Tipos de Catarata:

  1. Catarata Congênita
  2. Catarata Senil
  3. Catarata Traumática.

Sintomas da Catarata:

Perda gradual da visão com distorção de imagem, cor luz.
A grande dificuldade enfrentada por quem tem catarata é ansiedade decorrente da falta de visão, durante o tempo de espera para a cirurgia, pesadelo este que pode ser aliviado com o uso de óculos terapêuticos de PinHole (pequenos furos) que apesar de não curarem a catarata, torna possível em muitos casos, dar conforto visual e aos olhos do paciente, enquanto este espera a realização da operação, pois os pequenos furos das lentes filtram os raios de luz que borram a visão, propiciando visão clara dos objetos. Estes óculos também ajudam muito nos casos em que após a cirurgia, restam defeitos visuais como halos ou raios em torno dos objetos luminosos observados.


Tratamento para a Catarata:

O único tratamento eficaz para a Catarata é o cirúrgico.
Catarata é uma doença conhecida há milhares de anos e sua cirurgia já é realizada há séculos. A cirurgia de Catarata é realizada através de um microscópio, com anestesia local quando é implantada uma lente intra-ocular para substituir o cristalino. Atualmente, a técnica utilizada na cirurgia de catarata e a chamada FACO-EMULSIFICAÇÃO ou cirurgia de catarata com pequena incisão no qual utiliza-se o ultra som. Esta cirurgia é realizada com incisão menor, podendo ser implantada uma lente dobrável intra-ocular, fazendo com que o olho tenha uma recuperação mais rápida. A evolução técnica na cirurgia de catarata permite hoje incisões muito pequenas, entre 2 e 3 milímetros, o que dispensa a necessidade de sutura e possibilitando assim, que o paciente seja submetido à cirurgia de catarata com anestesia tópica (apenas colírios), saindo da sala de cirurgia já enxergando, com uma visão bem próxima da visão esperada, a qual costuma ocorrer em cerca de 1 mês após a cirurgia.

Quando Operar a Catarata?

A decisão de quando operar é pessoal e vai depender do grau de insatisfação do paciente em relação a sua diminuição de visão.

Anestesia:

Anestesia é local, pois não há necessidade do paciente permanecer inalterado depois da cirurgia e evita-se os possíveis riscos da anestesia geral. Durante o período pós-operatório inicial, o Médico Oftalmologista receitará medicações que auxiliará na cicatrização e reduzirá o risco de infecção. A possibilidade de complicações existe como em toda cirurgia, porém alguns riscos poderão ser evitados se observadas as recomendações do pré e pós-operatórias.

Laser:

Existem vários tipos de Laser que são utilizados na oftalmologia, porém não na remoção de Catarata. Em alguns casos, utiliza-se o Yag Laser, após a cirurgia, isto quando ocorre uma opacificação da cápsula posterior (lente intra-ocular suja).


A Oftalmofoz é especializada na técnica cirúrgica mais moderna atual da área Oftalmológica para o tratamento da Catarata.

Acompanhamos a constante evolução da oftalmologia, a cirurgia de catarata hoje é muito simples, pois medicamentos como os colírios anestésicos usados na cirurgia evitam desconfortos para portadores da catarata, além da própria técnica que evoluiu significativamente.
Assim, os pacientes podem se sentir mais seguros e confiantes no resultado final da cirurgia. Graças à evolução atual nesta área, os resultados são excelentes.

Se você é portador de catarata ou conhece alguem com esta doença marque uma consulta conosco para que possamos conversar sobre as melhores possibilidades disponíveis para o seu caso em particular e receba todas as orientações necessárias.